Jose Carlos Ghedin (48) 3081-9861 | Marcelo Beirão (48) 9 9167-5052

Avaliação clínica pré-participação esportiva

          Cada vez mais sabemos da importância dos exercícios físicos e hábitos alimentares na saúde física e psíquica, sendo aplicados a todas as faixas etárias e extremamente positivos na prevenção cardiovascular. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, aproximadamente 140 mil pessoas morrem de doenças cardíacas no Brasil, a cada ano. Cerca de 90% dessas mortes poderiam ser evitadas com avaliação médica básica, realização de eletrocardiograma e acompanhamento médico adequado. A consulta especializada, revisando o histórico familiar e pessoal de doenças, bem como o uso de substâncias lícitas ou ilícitas, as quais tem interferência no sistema cardiovascular, é o início da avaliação pré-participação. A avaliação pré-participação para atividades esportivas deve ser realizada de maneira sistemática, com intuito de abranger ampla população e identificar ou ao menos indicar a suspeita de doenças cardíacas que possam ser incompatíveis com a prática esportiva. Deve ser realizada antes do início da atividade e, depois, periodicamente, objetivando a prevenção de eventos cardíacos graves, fatais ou não. Atualmente se discute sobre a sua necessidade e quais exames deveriam ser incluídos na sistemática da avaliação pré-participação. Os custos envolvidos nessa avaliação e a baixa prevalência de condições capazes de desencadear morte súbita durante atividades esportivas e a grande população participante são os motivos do debate. Sem sombra de dúvidas, uma avaliação médica acompanhada dos exames é imprescindível para a segurança pessoal do atleta (profissional ou não), previamente à realização de atividades físicas, sendo uma ferramenta essencial para conhecer e apontar limites físicos e optar pela melhor atividade a ser realizada pelo paciente.

Leonardo Magalhães Youssef

Médico Cardiologista

CRM/SC 9999

 

 

© 2016 Todos os Direitos Reservados. Cirurgia do joelho e trauma do esporte.